Wendy Meddour

Wendy Meddour

ūüáĶūüáĻ Wendy √© a autora de¬†Artur e o Av√ī entre outros maravilhosos livros infantis. Podem encontr√°-la no Instagram em @wendy.meddour.

Como seria o "Era uma vez uma menina chamada Wendy‚ÄĚ? Que hist√≥ria nos contaria?
Era uma vez uma menina chamada Wendy que odiava quando a história da hora de dormir chegava ao fim. Nas noites que o seu pai lia para ela, recitava os poemas sem sentido de Edward Lear, e nas noites em que a sua mãe lia para ela, ela costumava inventar histórias sobre duendes. Assim, quando Wendy se mudou da cidade para uma pequena cabana no meio do nada, ela costumava procurar gigantes e duendes e 'jumblies' enquanto a sua família procurava pássaros raros.

Como foste parar às páginas de um livro infantil?
Eu queria escrever um livro ilustrado que inspirasse a minha filha, por isso escrevi um livro engra√ßado e em rima chamado: How the Library (not the Prince) Saved Rapunzel. ‚ÄúApesar do seu cabelo comprido e da sua apar√™ncia arrebatadora, aquilo de que ela mais gostava era de ler bons livros!‚ÄĚ Ela acabou de terminar o seu curso de ingl√™s na Universidade de Cambridge, por isso talvez tenha funcionado. ;)

Quando crias uma história, tentas transformar a criança que vai ouvir as tuas palavras? Se sim, de que forma e qual o teu principal propósito?
Quer sejam engra√ßadas ou comoventes, as minhas hist√≥rias tendem a dar import√Ęncia aos negligenciados ou marginalizados e encorajam as crian√ßas a empatizar com os outros.

Dada a possibilidade de escolher qualquer um, que livro gostarias de ter escrito e ilustrado?
Dois Monstros por David McKee. Um livro pequeno e tão inteligente sobre tantas coisas. 

Se pudesses, a quem darias um abraço apertado hoje?
Aos meus quatro filhos. Eles são muito abraçáveis.

…

ūüá¨ūüá߬†Wendy is the author of Tibble and Grandpa¬†and other wonderful picture books. You can find her on Instagram at @wendy.meddour.

How would "once upon a time, there was a little girl called Wendy‚ÄĚ go? What story would it tell us?
Once upon a time, there was a little girl called Wendy who used to hate it when the bedtime story came to an end. On the nights that her father read to her, he would recite nonsense poems by Edward Lear, and on the nights that her mother read to her, she used to make up stories about goblins. So when Wendy moved from the city to a tiny cottage in the middle of nowhere, she used to look for giants and goblins and 'jumblies' while her family looked for rare birds.

How did you find yourself in the pages of picture books?
I wanted to write a picture book that would inspire my little girl, so I wrote a funny, rhyming picture book called: 'How the Library (not the Prince) Saved Rapunzel.¬† ‚ÄúFor despite her long hair and her ravishing looks, she loved nothing better than reading good books!‚ÄĚ She's just finished her English degree at Cambridge Uni, so maybe it worked. ;)¬†

When you create a story, do you ever try to transform the little child who will listen to your words ? If so, how and what is your main purpose?
Whether they're funny or poignant, my stories tend to give importance to the overlooked or marginalised and encourage children to empathise with others.

If you could choose any existing book, which one would you have liked to have written/illustrated yourself?
Two Monsters by David McKee. Such a clever little book about so many things. 

If given the chance, who would you hug today?
My four children. They're very huggable. 

Voltar para o blogue

Deixe um coment√°rio

Tenha em atenção que os comentários necessitam de ser aprovados antes de serem publicados.